sábado, 23 de abril de 2011

PJ de Gravataí realiza seu 7º Acampamento

“Tenda da Juventude, na Mística de Betânia” 
09 e 10 de abril de 2011





por Diego Farias – PJ Vicariato de Gravataí



Cada jovem foi desafiado a entrar nessa “tenda”, armando-a e acolhendo aqueles que não “tinham paredes” para acampar. O Acampamento foi cercado de momentos de reflexão e debates sobre a realidade “sócio pastoral” de cada comunidade. Os jovens, vindos das áreas de Alvorada, Cachoeirinha, Gravataí e Viamão, entraram no clima de Acampar, de armar sua tenda na mística da Pastoral da Juventude. Tivemos a alegria de receber a visita do nosso Bispo, Dom Jaime Spengler, que deu seu testemunho como “Bom Pastor”, olhando seu rebanho e motivando-os a continuar nessa bonita caminhada de construção do Reino. Além de toda essa reflexão os jovens participaram de gincanas e jogos cooperativos, ressaltando sempre a importância do “outro”, do estar junto, do trabalho em grupo.




A Celebração da vida, presidida pelo Assessor da PJ, Pe. Alexandre Chaves, deu um sentido mais que significativo ao dia, pois, acolhemos a “Tenda de Javé”, que está visitando as dioceses e vicariatos do RS. No Clima de celebração dos 30 anos da PJ, os jovens comungaram do pão e vinho que é o Cristo, libertador dos mais fracos e oprimidos, daqueles que contam trocados para celebrarem suas Betânias. Após a celebração, festejamos a alegria de ser PJ num clima de Luau, com muita animação e descontração.









Simbolicamente vivenciamos Betânia, pequeno povoado perto do Monte das Oliveiras, lugar da simplicidade e do aconchego. Levamos dessa Betânia muitas coisas boas: a partilha, a vida renovada, o sentimento de amizade e de amor, assim como Jesus tinha por Lázaro (Jo 11,36). Voltamos para a realidade do grupo de jovens com os pés chão, sabendo que Jerusalém (o conflito, o desafio) existe e faz parte do caminho. Ansiosos por essa vida renovada esperamos o reencontro, pois, só quem é PASTORAL DA JUVENTUDE traz no coração a paixão pela causa da juventude.

Para Jesus, Betânia era o espaço onde se encontrava com os amigos, tanto os que eram de lá como os que o acompanhavam para “não fazer nada”, para ficar “de boa”. Quem sabe para rir da vida, e comentar os fatos da realidade. Quem sabe para “fazer nada”, apenas estar junto. Lugar de partilhar a vida em comunidade, de “prosear”, de cantar e dançar, lugar de oração com os amigos. Betânia era espaço sagrado de família, assim como hoje é a casa dos nossos amigos. Imbuídos desse espírito fomos desafiados a mergulhar nessa Betânia que cada um/a tem, essencial à vida da nossa juventude.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

Spot dos 30 anos das PJ's do RS - 12 e 13/11 em Santa Maria